Um dia no futuro – tecnologias que já existem, mas você ainda não sabe.

É só mais um dia comum, e eu acabei de acordar. Abro os olhos, viro de lado e então levanto da minha cama. Logo ao meu lado está um dispositivo que eu coloco no meu ouvido. Ele prontamente já percebe a ação e me cumprimenta: “bom dia Renato!

Como eu adoro o homem de ferro, eu chamo o meu dispositivo de JARVIS.

Vou então para a primeira parte do meu dia, meditar para colocar a cabeça em ordem. No momento em que começo a minha meditação, o JARVIS coloca músicas para ajudar no processo de sintonizar melhor minhas ondas cerebrais.

Terminada minha meditação, hora de escovar os dentes. Estranho eu ainda falar “escovar os dentes”.

Na verdade, esse aparelho fantástico, que tem o formato exato da minha arcada dentária, (já que foi feito exatamente a partir do escaneamento 3D da minha boca), já faz a limpeza completa, com raios UV, escovação e fio dental com jatos de água de alta pressão. Sensores percebem o pH e outros indicadores chave da minha boca e então a pasta personalizada faz toda a ação, mantendo meus dentes nas mais perfeitas condições. É uma sensação muito boa, uma pena que dura apenas 7 segundos.

Hora de fazer exercícios. Durante a minha rotina, uma mistura de Yoga com exercícios calistênicos e funcionais, sensores espalhados pelo meu corpo identificam quais atividades eu estou realizando e em qual intensidade e armazenam esses dados.

Ao final, realizo uma série de alongamentos. O JARVIS já percebe isso, e conectado aos nano robôs que passam pela minha corrente sanguínea, já envia as informações para a cozinha, onde há somente uma impressora 3D.

Essa impressora começa a imprimir a comida mais indicada pra esse momento, com todos os nutrientes que meu corpo necessita e com o sabor que eu quero. No caso, pão australiano recheado de nutella e paçoca.

Eu como e entro no banho. Depois me troco. É hora de começar o dia de fato. Eu simplesmente falo: “JARVIS, por favor, me diga minhas tarefas do dia”.

Como o JARVIS está ao redor da minha orelha, através de condução óssea ele me diz tudo que está por vir no meu dia, e também sugere algumas coisas pendentes na minha lista de coisas a fazer para cobrir os espaços livres da minha agenda.

Ele também me avisa que o carro para me levar para a estação de trem está chegando em 2 minutos. Afinal, hoje é dia de ir para Los Angeles ver o meu amigo, Reuben. Pego minha mochila e saio. O carro já está na porta de casa. Esse carro tem mais 2 pessoas, mas nenhuma delas está dirigindo.

Em 5 minutos chego à estação de trem. Falar ” trem” aqui também é desmerecer muito esse incrível feito da engenharia. São vagões que estão dentro de um tubo com pouquíssima pressão, como se fosse aquelas mesas de hockey de mão que fazia o disco flutuar sem atrito por pequenos furos que despejavam ar na superfície.

Essa tecnologia possibilita esse transporte incrível ir duas vezes mais rápido que um avião. Definitivamente “trem” não é um bom nome, mesmo por que nem trilhos esse transporte tem.

Chegando em L.A., finalmente, outro carro me espera para me levar ao destino final. São mais 15 minutos da estação até a empresa do meu amigo. O suficiente para que eu liquidasse todas as minhas pendências e delegasse grande parte das minhas atividades.

Finalmente, Reuben me mostra seu novo projeto: como enviar um ônibus espaciais para a órbita sem a necessidade de um motor de combustão interna. O lançamento está previsto para a próxima semana, e ele está muito feliz. Essa é uma revolução maravilhosa. Enquanto todos os foguetes até hoje tem 3 estágios, esse é apenas um ônibus espacial, que não precisa de nenhum reservatório para combustível.

Você deve imaginar que esse é mais um conto de ficção científica retratando um futuro distante. Você está totalmente enganado, todas as tecnologias descritas nessa história, já são realidade, só não são disseminadas ou ainda não chegaram ao consumidor final.

//o futuro é agora

Olha só:

#1 fones de ouvido integrados

Dash

The Dash: um projeto incrível, que foi lançado no kickstarter, um site de financiamento coletivo, no começo do ano passado e já está entregando as primeiras unidades. O Dash é totalmente sem fio, e consegue medir seus batimentos cardíacos, sua temperatura e até mesmo a taxa de oxigênio no seu sangue.

Ele é totalmente à prova d’água e tem cancelamento ativo de som. Além disso, ele é um microfone incrível! Ele usa condução óssea para tirar todo o ruído ao seu redor. Imagina por exemplo que você pode usar ele até andando de moto e vai conseguir falar e ouvir perfeitamente.

#2 escovação automatizada

Escova

E aquela nova maneira maluca de se escovar os dentes? Essa foi a ideia do meu projeto na Singularity University, e eu fui um dos inventores responsáveis por desenvolvê-lo. Na foto da esquerda você vê a patente americana que está em meu nome, os desenhos do dispositivo, e eu usando ele à direita.

Veja também o primeiro protótipo, feito numa impressora 3D, em um material flexível de borracha. Um outro projeto parecido com o meu apareceu no kickstarter logo depois, o Clearsmile.

#3 yoga inteligente

        SmartMat

O tapetinho de yoga inteligente para fazer exercícios também já é uma realidade, o smartmat, e pode substituir um professor de yoga, por exemplo.

Ele tem diversos sensores que, junto com um software, vai te guiando por toda a sessão, sabendo exatamente onde você tem que distribuir melhor o peso, por exemplo, e quanto tempo você consegue em cada pose, te desafiando a se aperfeiçoar cada vez mais.

#4 nano robôs

NanoRobos

A parte dos nano robôs é geralmente a que eu mais recebo olhares estranhos. Mas olha essa reportagem desse ano, que mostra que pesquisadores vão começar a testar nano robôs em humanos.

Nano robos Reportagem

E eles estão muito confiantes que vão conseguir curar pacientes com leucemia em apenas um mês. O mais impressionante: os testes em animais foram muito bem sucedidos.

Os nano robôs são filamentos de DNA que ficam fechados com a medicação dentro de uma gaiola que abre apenas quando se detecta moléculas ou proteínas especificas na superfície de uma célula cancerígena, por exemplo.

A grande inovação dos nano robôs é que eles podem ser programados para reconhecer e enviar medicação especificamente somente nas células cancerígenas. Enquanto tratamentos como a quimioterapia atacam todas as células, benignas e malignas. Isso traz um impacto muito menor no corpo dos pacientes.

Os nano robôs podem ser usados até naquele checkup anual com seu médico. Ele vai injetar em você vários nano robôs que vão procurar por células anormais no seu corpo e destruí-las, antes que elas se proliferem.

#5 impressão de comida

Impressora 3D

A impressão 3D é algo fantástico, que vai mudar radicalmente nossa relação com a comida. Essa imagem é da “foodini”, a primeira impressora 3D de comida para o consumidor.

Você simplesmente coloca no refil dela nutrientes, ingredientes e vitaminas, assim como você coloca tinta azul, amarela ou preta na sua impressora de casa. Atualmente, existe um foco em forma, cor, e diferentes sabores possíveis, mas a precisão da impressão 3D pode chegar até a doses exatas de vitaminas e nutrientes.

#6 carros autônomos

Carro Autônomo

O carro que dirige sozinho talvez seja a inovação mais popular dessas aqui, justamente por ser algo que o Google está fazendo. Essa é uma foto minha no dia que eu consegui uma “carona” nele. E esse é o vídeo de uma das “co-pilotas” teste do carro, que mostra exatamente como o carro vê o mundo e se comporta.

#7 transporte impulsionado

Hyperloop

Quando eu falei do “trem”, na verdade tava falando do HyperLoop. O Hyperloop é um conceito de um transporte revolucionário concebido pelo Elon Musk, o CEO da Tesla (carros e baterias elétricas) e CEO da SpaceX.

Ele basicamente teve essa ideia de um transporte que iria se aproveitar de um baixíssimo coeficiente de atrito, dentro de um tubo que faria a viagem de San Francisco a Los Angeles (600km) na metade do tempo de um avião, ou seja, em 30 minutos. O Elon Musk, já tem muita coisa pra fazer, afinal, ele é CEO de duas empresas de destaque. Então, ele simplesmente reuniu um time de engenheiros, fez um white paper e disponibilizou gratuitamente na internet.

Hoje em dia, já existem duas empresas trabalhando no projeto de construção do Hyperloop. O primeiro tubo de testes ficará pronto até o final de 2015!

#8 foguete com energia sem fio

Foguete Wireless energy

Finalmente, quando falei da empresa do meu amigo Reuben, eu estava falando na verdade da Escape Dynamics, que tem a missão ambiciosa de desenvolver energia sem fio, por meio de micro-ondas ultra condensadas, para ser possível o lançamento de um ônibus espacial sem os 3 estágios tradicionais de um foguete.

Abaixo está o exemplo de um dos foguetes da SpaceX, por exemplo, que tem três estágios. Eles querem tirar completamente os dois primeiros estágios para ter menos peso e com isso baratear radicalmente o preço de um lançamento para o espaço.

Foguete Normal

créditos da imagem

Aqui tem um vídeo com um pequeno demo que eles fizeram com um drone, recebendo energia sem fio por uma antena.

https://www.youtube.com/watch?v=CDdcS8anUWg

Fica evidente que nós estamos vivenciando é uma mudança de ERA.

Nós tivemos a era industrial, depois a era digital. Agora, estamos entrando na era “pós digital” ou qualquer que seja o nome que vão dar pra ela mais pra frente. Talvez, nunca tenha sido tão gratificante viver, e presenciar essa mudança no Zeitgeist, um mundo absurdo de possibilidades à nossa frente.

Essa brincadeira que eu fiz, esse dia no futuro, foi a melhor forma de tentar mostrar pra você o que nos esperar dos próximos anos.

E, se você achou interessante, essa é a transcrição da primeira aula de um curso sobre futurismo gratuito online, que pode ser acessado aqui.


// receba por email 📩 :

// quero +

< clique aqui para acessar nosso arquivo com todos os artigos />